quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Tudo sobre "a" dieta.

Jessica Szohr
A Maria é leitora do lamparina. Tem um blog viciante onde partilha as maravilhas que faz com maquilhagem. É linda todos os dias e sugeriu que partilhasse dicas sobre a alimentação, a propósito da minha recente perda de peso, de que vos falei aqui. Não me esqueço do que prometo, por isso deixo algumas directrizes para que possam ter uma noção do que me fez deixar duas dezenas de quilos para trás.

- Manter o ritmo.
É mesmo importante ter horas certinhas para as refeições. A verdade é que sempre que me desleixei com os horários, como aconteceu durante o período de férias, por exemplo, não emagreci. Convém habituar o organismo a ser alimentado sempre ao mesmo ritmo, não só para o equilibrar como também para que seja obrigado a fazer a digestão correctamente, sem absorver aquilo de que não precisa.
Se de início estranhei, porque só tinha fome ao almoço e ao jantar, a verdade é que agora, mal chega a hora de uma refeição, já estou cheia de fome... e como muito menos.

- Fazer muitas refeições.
Nunca tomava o pequeno-almoço porque me enjoava comer de manhã. Passava metade do dia em jejum e não fazia ideia de quão péssimo isso era. Agora acordo esfomeada! Habituei-me a comer de duas em duas ou de três em três horas: pequeno-almoço, meio da manhã, almoço, lanche, antes de jantar e jantar. Passei de duas ou três para seis refeições diárias(!) e reduzi as quantidades que costumava ingerir ao almoço e ao jantar.

- Controlar a ingestão de hidratos de carbono.
Não é deixar de comer pão, arroz, batata e massa. É evitar comer bife com batatas e arroz, optando por um deles e adicionando vegetais. Reduzir a dose. Os alimentos como o arroz branco, o pão branco ou as massas são ricos em hidratos de carbono complexos. Os simples encontramos na fruta, nos vegetais ou nas leguminosas e é neles que devemos apostar.
Uma das melhores dicas que me foi dada: Substituir o pequeno-almoço habitual por uma colher de sopa de cereais integrais ricos em fibra misturados num iogurte, acompanhar tudo com dois kiwis ou uma laranja. Ah... e não pensar em pão branquinho diariamente, muito menos depois das 18 horas.

- Cortar nos alimentos desnecessários.
Nada de fritos, doces nem molhos. Apostar nos grelhados, nos cozidos, nos assados no forno e nos estufados.

- Dar alimentos vivos ao corpo.
Dar sempre preferência às frutas, aos legumes, vegetais.

- Ter sempre snacks saudáveis à mão.
Para aquelas refeições intermédias: fruta e iogurtes líquidos cabem na mala e afastam-nos das empadas e dos folhadinhos que são uma verdadeira bomba calórica.

- Evitar comilanças ao jantar.
Sopinha, queijo fresco... e chega. À noite (naquelas noites em que não há saídas planeadas) não vamos precisar de gastar muita energia, logo, não precisamos de combustível.

- Beber muita água.
Sempre. Um litro e meio por dia. Não custa nada e sempre é uma boa desculpa para finalmente comprar a Sigg. Ainda por cima disfarça a fomeca.

Não quis escancarar aqui a minha dieta porque cada corpo é diferente nas suas necessidades e o que me foi prescrito pela nutricionista pode ser errado para outra pessoa. Acho que as dicas que partilho convosco resumem o equilíbrio que devemos manter no nosso dia-a-dia, principalmente porque a dieta não pode ser um período de restrição. Tem que ser um modo de vida.

Que tal? Útil ou nem por isso? Mais dúvidas?

8 comentários:

mariana costa veludo disse...

Boas dicas, muito bem.
E basta isto para se sentir diferença ;)

beijinho

Maria disse...

ihhhh, tinhas de ver a minha cara de felicidade quando vi o título do post :)) Obrigada por n te teres esquecido :) Pois, eu acho que o meu maior pecado é não conseguir 'evitar comilanças ao jantar'! lol eu adoro o jantar e adoro comer, apesar de ás vezes ate me sentir mal disposta. Das dicas que referiste acho que esta é aquela que me está a impedir de emagrecer (e eu que andava a portar-me tão bem e o meu irmao decidiu fazer uma jantarada hoje, com direito a entrada e a um caril... n sei se esfregue as mãos de contentamento ou se chore! lol) bjinho**

Ao Virar da Esquina disse...

Sim, muito bom. E exercicio fisico n há?

Tamborim Zim disse...

Nunca é demais dar-te os mais efusivos parabéns pelo conseguido. Admirável mesmo!
São boas dicas sim senhora, mas acrescentaria q, sendo a dieta, como bem dizes (ou devendo ser), "um modo de vida",há q n ser absolutamente tudo ou nada, nem sempre. Ou seja: às vezes à noite apetece realmente uma torrada, um chocolate quente, e aí, why not? Se n for todas as noites...E se no dia seguinte se der uma boa caminhada, por exemplo? Temperar, equilibrar, gerir. É esse o espírito. Faço isso? Não. Mas hei-de fazer. Já experimetei e gostei muito, com resultados.
Outras dicas curtas: uma maçã imediatamente antes do almoço e do jantar faz maravilhas. Muita cenoura cozida...delícia e nutrição a jorros.De preferência biológica ou de produtor seguro, o q se calhar começa a ser missão impossível...

menina lamparina disse...

Também acho que basta isto para que se sinta diferença, Mariana. Pequenas alterações para grandes resultados! :)*

Ainda bem que gostaste, Maria! Claro que não me iria esquecer eheheh :D
Eu também adoro comer, adoro cozinhar, ainda ontem fui jantar a um restaurante chinês onde não me privei de nada!! Só tenho cuidado para que todos os dias não sejam dias de excessos...
Espero que tenhas aproveitado bem o caril - eu adoro! :)*

Su, fiz endermologia no início e depois TRIM II, porque odeio ginásios eheheheh
O meu exercício por agora fica-se pelo simples evitar elevadores, estacionar o carro e andar a pé pela cidade, patinar e saltar à corda nas horas vagas (sim, é mesmo verdade).
Quando o mau tempo se for embora, volta a equitação e a natação. Para já, eu e a minha preguiça estamos bem assim eheheheh :D

Obrigada, Tamborim! :)
Lá está, é exactamente isso que tento dizer à Maria. Não há cá radicalismos. Principalmente no que toca a chocolate ou batatas fritas!! :D

Beijinhos*

Fiona disse...

Muito útil mesmo, Lamparina! (e por acaso sigo estes conselhos no meu dia-a-dia :))

menina lamparina disse...

Ler isto depois de vir do McDonald's foi espectacular. Já não comia estas porcarias desde Fevereiro. Muahahaahahah!!! xD

Beijinhos*

Euphoria disse...

Amei as dicas!