terça-feira, 27 de novembro de 2012

Até quando?

Sienna Miller
A meio de dias tão confusos como cansativos, precisa de fechar os olhos e ouvir o silêncio dentro de si. Lembrar-se de quem é e ouvir a sua respiração. Concentrar-se nela. Acreditar que tudo passa, trazer a força à superfície. O Mundo é dos fortes, certo? Então é árvore que se ergue de braços abertos para enfrentar tempestades, caudal que segue enfrentando pedras, Sol que brilha todos os dias, Lua que acompanha o solitário no seu caminho para lado nenhum. A paz de que não abre mão pode adormecer nas noites em que o sono não vence o cansaço nem cerra pálpebras, mas acorda todas as manhãs para que atravesse o dia. Mais um dia, um depois do outro.

2 comentários:

Joa disse...

:)

Tamborim Zim disse...

Sim. E, no limite, pode cansar assim pensar por sistema. Mas depois do cansaço percebe-se que é por aí, pq isso é vida. Belíssimo texto.