quinta-feira, 24 de março de 2011

Estamos a ter uma semana tramada...

Elizabeth Taylor
Um PEC que não era de minis, um Primeiro-Ministro que vai à vida mas promete voltar e tudo isto depois de semanas agitadas, cheias de manifestações. "O povo saiu à rua" e o governo está de saída. Não me vou alongar sobre o tema, confesso apenas que não consegui lançar os foguetes que tinha planeado lançar, quando soubesse que o Sócrates tinha dado à sola.

Morre Artur Agostinho. Fico triste.

Morre Liz Taylor. Fico triste.

São pedaços de História que me acompanharam desde a infância e que, sem querer querendo, colocamos no pedestal da imortalidade. Serão, certamente. Os dois.

Não sei se já repararam, mas parece que há semanas assim: em que o mundo perde grandes nomes em dias muito próximos. Como se a Dona Morte se lembrasse de ceifar logo um par de vidas de uma vez.

2 comentários:

nelsonalvespt disse...

Grande o infortúnio, ao menos partiu com a mais bela e distinta das companhias.

menina lamparina disse...

É verdade. :)