quarta-feira, 8 de março de 2017

na direcção do queixo erguido

sempre que começo a desviar o olhar para baixo e a permitir-me doer por dentro com coisinhas miúdas, surge um alento inesperado, um sopro de brisa quente, para me lembrar que o foco é em frente, na direcção do queixo erguido.

2 comentários:

Isabel Simões disse...

Não resisti:
http://kabukisemargaridas.blogspot.pt/2017/03/sitios-giros-sempre-aprender-obrigada.html

Laura Ferreira disse...

é sim.