quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Momentos que fazem história na história da minha vida.

A minha mãe é angolana, mulata e lida com o racismo e com a ignorância que os outros manifestam através das suas atitudes ou comportamentos de um modo bem mais condescendente que eu, que tendo a perder as estribeiras com qualquer subtil forma de discriminação. Talvez por isso tenha protagonizado um dos mais belos episódios de humor que presenciei.

Tínhamos acabado de roubar a Blair, a minha cadelinha preta, das ruas. Uma senhora de idade já avançada, dirige-se à minha mãe e diz:
"- É pretinha, mas é muito bonita."
Com a tal condescendência de que vos falava, respondeu mamãe esboçando um sorriso:
"- Obrigada."
"- Estava a falar da cadela..."

E foi isto.

1 comentário:

Isabel Simões disse...

Essa senhora lá perdeu uma boa oportunidade de estar calada. É como dizes: pura ignorância.
Quando comprámos a nossa casa, estávamos indecisos entre duas casas diferentes, e fizemos questão de o dizer a um dos construtores, que do alto da sua superioridade nos respondeu:
"Mas, nessa outra casa de que tanto gostam, vão ter vizinhos pretos!"