quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Este post pode ser considerado um dos mais parvos que já escrevi...

Victoria Justice
...mas é fruto de uma análise detalhada da minha vida amorosa, dos medos que não tive, das inseguranças que não senti e dos fantasmas que não me assombraram. Deve ter sido numa mesa de café ou numa viagem de carro que dissertei sobre o assunto com as bffs e concluí que nunca tive um namorado cuja ex me intimidasse. Nunca achei as ex dos meus namorados mais giras que eu muito pelo contrário. Também nunca nenhum dos meus ex veio a ter uma namorada mais bonita ou interessante que eu. O mais estranho de tudo isto é que não me acho assim tão fantástica. Ora, se eu não sou uma gaja convencida e se eles tinham bom gosto - porque namoraram comigo - o que explica isto?

4 comentários:

Buzz disse...

ahahah desculpa rir-me, mas o posty está genial. E ora que não sei memso o que te diga. Nessas coisas do amor/coração/cena física/o que lhe queiras chamar, só tenho uma certeza: Nós é que mudamos smepre para cavalo, nunca para burro! ahahah o resto, olha...

Raquel disse...

Mas quais são os padrões de interesse pelos quais a menina se guia?

É que se vamos ver pelo que vai dissertando aqui no blog, posso dizer que tenho pena dos seus namorados. É que para ser pior do que isto tem de ser mesmo muito mau.

Já o facto de nunca se ter sentido intimidada por nenhuma ex, é uma grande qualidade. O que não justifica o facto de se sentir fantástica, super interessante e superior a todas as outras.

Descanse que não sou nenhuma ex ressabiada, só fiquei mesmo com aquela vontade de responder, que nem nos deixa tomar o cafézinho descansadas.

menina lamparina disse...

Cara Raquel, se o blog não lhe interessa, o que está aqui a fazer?

Imperatriz Sissi disse...

As ex chatas são um bicho papão, não por serem bonitas ou feias mas por serem mulheres da luta. As senhoras que se seguem são geralmente apagadas ou a tender para o pindérico, go figure...

(OBS: Essa é que é a hater? Que criaturinha impossível e tola).