terça-feira, 10 de abril de 2012

Sabem do que falo?

Doutzen Kroes
Li há dias um post, não me lembro onde, em que a autora falava de como a presença de uma pessoa é importante para que chame a atenção. E eu não poderia concordar mais. Para lá da carinha bonita e de todos os artefactos de que fazemos uso, há aquele je ne sais quoi que se tem ou não. Aquela pinta que não se descreve com adjectivos, aquele charme especial, um magnetismo. Que entra numa sala e é notado. Que apetece chegar perto mas intimida. De certeza que todos conhecemos alguém que por mais que tente, não consegue. E de certeza que todos conhecemos alguém que sem tentar, tem tudo.

8 comentários:

Vanessa. disse...

Sei perfeitamente do que falas e não podia concordar mais... É tal e qual assim!

All about lady Things disse...

True story... O factor X, que não se conhece mas reconhece-se :)

*

Pipoca dos Saltos Altos disse...

Há pessoas que têm esse condão, enchem a sala assim que chegam. Beijos

icas disse...

Exactamente tb concordo convosco!!!

Maria disse...

super verdade!!!!! há aqueles que tentam demasiado e chamam a atenção pelos motivos errados e outras pessoas que quando entram iluminam o espaço sem o saber :)

bjo**

LOL aos 40 disse...

Olá linda...é verdade o que dizes.
Mas sabes uma coisa, também já me aconteceu saber que quando a pessoa linda e maravilhosa falou...só disse foi «disparates».

Depois desse momento, fiquei sempre muito mais confiante.
Por vezes as pessoas perdem por falar!
LOL
HIIIIii

bjs linda
Fica bem

Ana Bauer disse...

Grande verdade!

menina lamparina disse...

Adoro pessoas assim, que dão vida à máxima "quem é rei não perde a majestade"! :)

Beijinhos a todas*