terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

das mudanças.

Kim Kardashian
Nunca acreditei que as pessoas mudassem. Sempre considerei a nossa essência imutável. Muda o contexto, a perspectiva, a informação de que dispomos. Altera-se o cenário. Não muda quem somos. Custa-me aceitar outra realidade. Não quero dizer que as pessoas não aprendam, que não se recuperem, que não deixem para trás maus hábitos ou condutas impróprias. Falo da personalidade, do âmago. Não entendo como podemos encarnar uma personagem num dia e noutro ser alguém completamente diferente. Como um camaleão, que se disfarça constantemente porque lhe é mais conveniente. Viver em constante mutação deve ser cansativo. Tentar agradar a gregos e a troianos também. O verdadeiro desafio é mesmo ser fiel ao que somos, como alguém já terá dito.

3 comentários:

Anónimo disse...

Sabes as pessoas q funcionam como um camaleão muitas vezes são as que se dão melhor ..pessoalmente não consigo e sou daquelas pessoas que nem tenta mentir porque pura e simplesmente nao o sei fazer. Lamber botas tbm nao o sei apesar de as vezes dar um jeitinho esquece nao sei ..vivo na esperança de um dia as pessoas que sao fieis a elas mesmas sejam as mais valorizadas ..mas acredito que as pessoas mudem. Acredito que há situações que as façam mudar ..pode levar mto tempo mas acredito que mudem. Carla Costa

Mary disse...

Também acho que as pessoas não mudam mas evoluem. E muito. O problema é que nem sempre evoluem para melhor.

menina lamparina disse...

É verdade, Carla Costa... mas também não consigo ser outra coisa que não eu. Sem lamber botas, sem excessivas reverências.
Quanto às mudanças genuínas, não sei... tenho sempre reservas. Nunca pude aplaudir mudanças à séria, louváveis, perto de mim... espero mudar de ideias!!! Beijinho :)*

Verdade, Mary. :S Fujo disso. Beijinho*