quarta-feira, 9 de novembro de 2011

dos momentos que não voltam.

A noite passada tinha sido perdida entre linhas e agulhas, na desesperada tentativa de acertar na medida e de prender as fitas cor-de-rosa às sapatilhas de pontas por estrear. Sábado de manhã, ao som de Moon River por uma qualquer orquestra clássica, ela pôs-se em cima delas pela primeira vez. Não consegui conter as lágrimas quando a vi arriscar e colocar-se em pontas sem o apoio da barra. É-lhe natural o jeito, é espontânea a graça. E eu fico cheia de orgulho e com vontade de lhe dar o mundo como retribuição de tantos sorrisos que me oferece.

8 comentários:

Happy Brunette disse...

Ohhhh, aventurei-me pelo mundo do ballet recentemente e mal posso esperar para chegar à pontas!! Quem é que faz? É a tua filha?

Imperatriz Sissi disse...

Tenho tantas saudades do ballet! Todas as meninas deviam aprender e é uma maravilha que a tua irmã seja dotada. Dá muita graça e um porte bonito para o resto da vida.

menina lamparina disse...

Happy, a Mana Lamparina (minha irmã, portanto) já dança desde muito pequenina.
Começou pela dança jazz, depois mudou para a contemporânea, onde se mantém.
Entretanto, este ano decidiu dedicar-se também ao ballet para adquirir técnica e postura, que influenciarão também as outras vertentes.
Ia meio desconfiada, mas acabou por adorar e passado apenas um mês de aulas já dançou hoje o "Someone like you" da Adele em pontas!! :D

Como temos dez anos de diferença, quase onze, há um orgulho babado de mana mais velha que pode, de facto, ser confundido com aquela postura de mãe coruja ahahahah

Não comento sempre o teu blog, mas espreito diariamente e vi que te tinhas lançado para o ballet. Achei o máximo, boa sorte e vai contando como corre!! :D

Beijinho*

Imperatriz Sissi, não sabia que também tinhas dotes de bailarina... por acaso nunca quis, preferi dedicar-me ao piano, ao ténis e à natação e fui burra. De certeza que hoje não sofria tanto com dores de costas, porque teria uma postura mais correcta e elegante.

Beijinho*

Fiona disse...

Esses momentos são sempre fantásticos e recordados para sempre, tanto pela própria como pelos familiares que assistiram. Ainda hoje me recordo (como se tivesse acabado de acontecer!) do primeiro dia que calcei as minhas sapatilhas de pontas e de quando consegui colocar-me em pontas sem qualquer apoio. Momento delicioso que fica sempre na memória :)

Happy Brunette disse...

Aiii obrigada lamparina! Apenas num mês!!! Uauuuu mas lá está ela tem muita escola que vem de trás... já eu... tenho má postura mas muita vontade de aprender... :) vou com certeza contando como vai correndo ;)
Fico muito contente que costumes passar pelo happy ♥

Beijinhos

menina lamparina disse...

É tão bom, Fiona!!
E agora vejo-a de um lado para o outro a passear em pontas pela casa... para depois se queixar de dores e das cãibras. eheheh
Mas de facto foi um ganda momento. Daqueles que me fazem vir a lágrima ao olho. :)*

De nada, Happy*
Sim ela já tem muita escola. Tanta que a professora nem lhe quis dar sapatilhas de pontas para iniciadas, já está com umas todas xp... Mas depressa chegas lá, que a dedicação e o empenho aceleram o processo! Vai contando dessa experiência, acho mesmo fixe esse teu novo hobbie. :)*

Beijinhos*

Fiona disse...

São mesmo momentos de ficar com a lágrima no olho mas são momentos maravilhosos ;). Tudo de bom para as duas :)

menina lamparina disse...

Obrigada, Fiona! :)* Para ti também... Beijinho*