quarta-feira, 23 de novembro de 2011

até saber da tua vitória.

Jessica Szohr
Há surpresas boas, que nos deixam um brilho no coração feito sorriso e uma lágrima de comoção guardada cá dentro, que vem ao de cima de cada vez que a recordamos.
Há surpresas más, que nos deixam um peso no coração feito escuridão e muitas lágrimas tristes que não conseguimos prender.

Nunca fomos amigos íntimos. Eu era apenas uma miúda e ele já era grande. Quis a Vida que nos cruzássemos porque namorou com uma amiga minha. Soube recentemente que não está bem, que enfrenta um gigante. Não sou capaz de dizer nada. Não vou ser capaz de o fazer. A palavra cancro deixa-me paralisada. Vou ficar aqui, a torcer por ti. Mantenho-me a par das novidades até saber da tua vitória.

2 comentários:

Maria disse...

apesar de não ter casos de cancro na minha família mais proxima, vivo com o medo que alguém de quem eu goste um dia possa vir a ter :(

menina lamparina disse...

Tenho casos na família e é um fantasma hediondo. Não desejo a ninguém. Mesmo... :S