segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Mexe comigo #3

Frank Sinatra
Não a pessoa, mas o ícone. As músicas, as letras e o estilo inconfundível. Sabe bem cantá-lo. Sabe bem ouvi-lo. Sinatra é a representação do charme de uma época inundada de glamour e um dos rostos do maior contributo que os EUA deram à arte. Era uma miúda quando recebi a notícia da sua morte e lembro-me de ficar muito, muito triste. Chorei e tudo. Já naquela altura sabia que não ia haver ninguém à sua semelhança. E lamento que haja quem considere a NY da Alicia Keys um hino à Big Apple tão forte como a de Sinatra. Não se compara. É a pose. É a voz.

2 comentários:

Pedro Barros disse...

Start spreading the news... Cresci a ouvi lo e quanto à qualidade da voz, só a posso comparar à de Freddy Mercury, apesar de diferentes estilos. Grande Sinatra... Deixa saudades!

menina lamparina disse...

Ainda bem que com a morte de um artista não se vai também o que nos deixa! ;)