quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Seca.

Rihanna
Este ano não foi fácil. Aliás, desde 2009 que sinto que não tenho descanso. Não posso queixar-me em demasia ou estaria a ser ingrata, porque também conto muitas bênçãos. Diria que por cada drama há um raio de luz para me mostrar que nem só de escuridão vive o Homem. No entanto, acho que a minha vida me mudou drasticamente. Tornei-me tão séria que de cada vez que conheço alguém lamento já não ser a mesma. Tenho a certeza de que iriam gostar muito mais de ter conhecido a pessoa agradável que fui antes de me ter tornado nesta versão preocupada do meu eu.
Sorriso aberto e gargalhada fácil e contagiante, era a alma das festas. Melhor: qualquer momento banal era imediatamente tornado numa celebração. Divertia-me, gostava mesmo de me divertir e de arrastar quem me rodeava para um estado de alegria instantâneo.
Claro que também chorava, aliás, chorava mais vezes que agora, que sempre fui de altos e baixos.
Vejo-me mergulhada nesta inércia sem sabor há demasiado tempo: não choro muito e rio-me pouco. Ainda que saiba que todos os caminhos tortuosos que atravesso contribuem para o meu crescimento e para a minha aprendizagem, não deixo de ter saudades da miúda que fui.

- Já reparaste que quase todas as tuas amigas mais recentes são muito mais velhas que tu? Estás uma senhora.
- Já. De facto, quase todas somam quatro décadas de existência.
- Não achas estranho?
- Não.
- E há quanto tempo não sais à noite?
- Nunca me apetece mais que um café...
- Tens que beber uns copos.
- O álcool cai-me mal, não consigo beber mais que um Martini.
- Mas não te apetece sair, jantar, dançar?
- Não. Apetece-me vestir um pijama confortável e enroscar-me numa mantinha, com sofá e tv.
- E um fim-de-semana fora?
- Tenho imensas coisas para fazer, não me dá jeito.
- Mas tu só pensas em trabalhar?
- Sim. E em cozinhar, fazer compras, escrever...

Estou uma seca, portanto.

6 comentários:

Colour my life disse...

Se calhar deves obrigar-te a divertir. Claro que aquele estado de êxtase dos 15 aos 22, 23, passa e ainda bem. Senão, não conseguiriamos organizar a nossa vida, mas também não é preciso ter hábitos de avozinha! :D Diverte-te!

Joa disse...

Como eu te compreendo... mas olha aqui vai um mega sorriso e um abraço apertadinho para ver se arrebitas ;)

lena disse...

Também já fui mais expansiva, divertida e pronta para a farra. Hoje sou mais contida e caseira. Faz parte do crescimento e das mudanças que vão ocorrendo na nossa vida.
Beijinhos grandes

PinkEmotions disse...

ahahah somos duas a estar uma seca, porque também me sinto assim. Quero é pijaminha e sofá :$

marlene disse...

Eu ainda não cheguei ás 4 decadas, estou lá quase!!!
beijinho e tu és tudo menos seca!

Paula Sofia Luz disse...

eu já cheguei às quatro décadas! Lalalala ;)