terça-feira, 6 de novembro de 2012

O gosto muda com a idade.

Em miúda, a minha mãe vestia-me como se estudasse num colégio. Ele era saia às pregas com meias altas, lacinhos na cabeça no mesmo tecido que a saia, camisa, pullover e mocassins. Odiava mocassins. Eu queria era andar de fato de treino e de calças de ganga todos os dias, para poder correr e saltar e subir árvores e trepar muros e brincar à vontade. E os conjuntinhos de malha, o cardigan e a saia que picava o rabo quando me sentava? E as sabrinas. Andava imenso de sabrinas e detestava sabrinas. Principalmente quando era obrigada a usá-las com jeans. Achava horrível, eu só queria poder andar de ténis todos os dias!
Em todos os casamentos, cerimónias, festas, celebrações a que fomos, fui coagida a usar sabrinas ou mocassins e num deles decidi ficar sentada durante o dia inteiro, porque não me sentia confortável para ir brincar com os outros meninos e porque queria manifestar o meu desagrado.
Cresci.
Passei a adorar mocassins. Passei a ser fã de sabrinas.
Descobri que a minha filha vai sofrer horrores, porque serei como a minha mãe foi: uma megera que não me deixava usar ténis todos os dias.
E por falar em sabrinas, apresento-vos as minhas novas companheiras, da Blanco:

Com frio e de pé molhado, na rua.
Quentinha e de pé seco, em casa.
O detalhe da frente, que amo de paixão.

7 comentários:

Sofia Araújo disse...

Que giras!

Borbulha na Testa disse...

Também passei por essas fases de só querer fatos de treino e sapatilhas para jogar futebol com os meninos e poder correr nos intervalos :) agora ainda gosto de vestir uma sweat com umas calças de ganga, de vez em quando. Deve ser o resquício do gosto pelos fatos de treino :)

Beadelicious disse...

Ainda há uns dias tive a dar um olhinho ao site da blanco e fiquei in love por essas meninas. São lindas! =)

Little Girl disse...

ai apaixonei me por essas sabrinas!

S disse...

Adoro!
Bj S

Se eu pudesse escrevia um livro disse...

São lindas :)

Guinhas disse...

Tb gosto de sabrinas e adoro estas, o detalhe faz toda a diferença!