quarta-feira, 17 de outubro de 2012

às vezes tenho a certeza de que nasci para ser rica.

Paris Hilton
Rica, mesmo.
Estou numa loja qualquer e olho à volta. A única peça de roupa pela qual me perco de amores é a mais cara do expositor. Com os sapatos acontece invariavelmente a mesma coisa. Se experimento um produto barato, o meu cabelo não gosta. Só os mais caros o fazem brilhar. A minha pele também não aprecia cosméticos de supermercado, nem para lavar a cara. Não gosto de cabeleireiros baratos, de bairro: abandono o salão, como pomposamente lhe chamam, sempre desiludida com o resultado do pseudotrabalho que me fizeram, por tratarem a juba como se fosse um cabelo qualquer. Torço o nariz a restaurantes onde sirvam a comida em bandejas de alumínio e adoro que coloquem um carrinho de apoio ao lado da mesa, para que a garrafa ou o jarro não invadam o meu espaço visual nem molhem a toalha. Durmo como uma princesa em quartos de hotel e não estranho nem a almofada.
Quando é que se joga no Euromilhões?

8 comentários:

Imperatriz Sissi disse...

Há mais ;)
Nunca percebi como há pessoas que "detestam hotéis porque só conseguem dormir na sua cama" e adoro os carrinhos de apoio!

Margarida disse...

Eu também sou assim, e não há nada a fazer. Nasci para ser rica, falta-me é o dinheiro, porque o resto, tenho tudo ;)

cm disse...

Habitualmente sigo o seu blogue sem comentar mas, no caso deste post não poderia deixar de o fazer pelo simples facto de ser uma descrição perfeita daquilo que se passa comigo. Haja alguém que me compreenda! Obrigada!

AvoGI disse...

ai viver bem tem os seus custos
kis :=)

S disse...

Hahahahha! Já somos duas!
Bj S

Palco do tempo disse...

não nascemos todos pó mesmo :)

Sofia Araújo disse...

Eu consigo encontrar à primeira a peça mais cara da loja...Pena é não haver dinheiro quando tal se justifica ;)

Tamborim Zim disse...

Oh q fofura! Bom, tb me juntava ao grupo, se bem q tb conviva com alguma simplicidade. Hélas... venha a excentricidade. Beijis!