quarta-feira, 1 de agosto de 2012

do Inverno no Verão

Amanda Seyfried
Podia não ser nada, mas era a saudade. Podia ser a ansiedade que a imprevisibilidade dos dias traz para dentro da pele, a noite fria e solitária ou apenas a dor da crescença. Podia ser tudo, mas era a saudade. Dizem os ignorantes que o coração não sente o que o olhar não alcança. Que sabem? Nada, não sabem nada. Não sabem que o Verão não penetra num coração gelado, nem que o Sol não aquece a alma perdida. Não sabem que não há nada de estival numa lágrima contida. É Inverno todo o ano para quem não envolve num abraço o corpo de quem ama. É Inverno em Agosto, na praia e a transpirar. É gelado o dia mais quente do ano. É cinzento e baço o olhar de quem espera sabendo que ninguém vai chegar.

4 comentários:

Pipoca dos Saltos Altos disse...

Princesa, acho o texto muito bonito...mas...devo ficar preocupada? E-mail me se precisares

Mia disse...

Que texto lindo... Espero que seja só pela beleza e que estejas bem, mas de facto este texto é de se tirar o chapéu.

bjnh

Anita Garcia disse...

Eu sei desse Inverno...

Dri disse...

Adorei este texto!