quinta-feira, 28 de junho de 2012

Lições de gramática.

Blake Lively and Penny
Passam a vida a dizer galo em francês e nem reparam.
Na atabalhoada pressa de se fazerem entender, expressando uma comparação, ao invés de utilizar o comum "do que", fazem uma estranha aglutinação desta conjunção adversativa transformando-a em "ducóq".

Exemplos:
"Ai o filho da Alzira é munto mais feio ducóq eu m'alembrava".
"Eu gosto mais de broa ducóq gostaba quando era gaiata".
"Eu vejo mais a TVI ducóq vejo a SIC".

Era só isto.

4 comentários:

Maria disse...

lol bem visto ;)

bjo*

Imperatriz Sissi disse...

Eheheh...também ando a ficar maluquinha com dizeres que ouço p´raí. Se bem que este hábito de juntar palavras é comum na zona centro. "Ei ´água" "eiAna" é muito normal por Coimbra.

Ana Bauer disse...

looooolllll muito bom:)

Olhó Mau Feitio disse...

ahahahah :p