quarta-feira, 16 de maio de 2012

Fenómenos únicos.

Bette Franke
Foi numa esquina qualquer, numa rua de que já não me lembro, algures na Figueira da Foz. Estou parada e noto que toda a gente que passava por mim se ri. À minha volta, a minha família ria perdidamente. Não conseguiam falar, balbuciavam vogais. E eu não estava a perceber puto do que se passava. Olhei para o meu reflexo numa vitrine. Não havia um único fio de cabelo que parecesse importar-se com a lei da gravidade.

4 comentários:

Vanessa. disse...

Ahahah sério? Já me aconteceu mas, felizmente, não foram todos os fiozinhos de cabelo!

Olhó Mau Feitio disse...

ahahhahah

Leonor disse...

Não imagino o cenário, mas deve ter sido hilariante, tipo Einstein...

ReUseBazar disse...

Figueira da foz <3