quinta-feira, 12 de abril de 2012

Oscar Wilde dixit.

Charlotte Casiraghi
"Se soubéssemos quantas vezes as nossas palavras são mal interpretadas, haveria muito mais silêncio neste mundo." 
Eu acrescento que se soubéssemos quantas vezes as nossas palavras são simplesmente inúteis ou não mais que desnecessárias, se soubéssemos quantas vezes caem em saco roto, quantas vezes não servem para nada, ficaríamos bem mais caladinhos. Haveria muito menos ruído no planeta. Já imaginaram como seria bom não haver barulho? Silêncio absoluto, apenas cortado pelo canto dos passarinhos? Se as nossas palavras não vão servir de consolo, não seria preferível não dizer nada? Se não vamos deixar um pontinho de luz no coração de quem nos ouve, de que serve falar? Se não nos vão ouvir, porque nos haveríamos de importar? Mais vale usar a boca para mastigar uma pastilha elástica.

7 comentários:

Pequena disse...

O meu Pai costuma dizer muitas vezes que "o melhor é o que fica por dizer!" ou "palavras leva-as o vento"

Bjo querida

Vanessa. disse...

Não acrescento nada às tuas palavras. Estou totalmente de acordo!

Beadelicious disse...

Talvez "importarmo-nos" faça parte da personalidade de algumas pessoas, e seja o que nos distingue das demais. Pode não valer a pena, pode não servir de nda e cair apenas em saco roto, mas não ficamos melhor por termos ao menos "tentado" ? Eu acho que sim :)**

Marias Choc disse...

Adoro o que escreves.

Karina sem acento disse...

Completamente. Se não tenho nada para dizer, não digo. Não penso "ai que vou dizer?!", nem começo a falar de assuntos tão míticos como o tempo... Acredito que o silêncio é tão mas tão desvalorizado - e eu sou tagarela!

marlene disse...

Ui como estás hoje...
serve sempre falar!

menina lamparina disse...

Essa primeira frase deixou-me a pensar, Pequena... Beijinho :)*

As pessoas falam muito, Vanessa.. :)*

Ficamos, sem dúvida, Beadelicious. Mas às vezes a sensação de impotência sobrepõe-se e é chato... :)*

Obrigada, Marias Choc! :)*

Eu também, Karina sem acento. E muito!! :D Mas acho uma pena que não se saiba apreciar o valor de um bom silêncio! :)*

Estava irritada, marlene. ;D Beijuu*

Beijinhos*