sexta-feira, 13 de abril de 2012

Desabafo. Porque este é o meu blog e também serve para ventilar.

Naomi Campbell 
Tenho um preconceito: não suporto faltas de educação. Há quem diga que sou "demasiado facilmente melindrável" - seja. Não há desculpas para a má educação. Não consigo aceitá-la e pronto. Temos pena. Não faço géneros. Nestas coisas, sou assim. É a minha única motivação para discriminar alguém e - guess what? - sinto-me nesse direito. Não aguento, principalmente quando surge sob a forma de um qualquer atrevimento descabido (perdoem a redundância) e disfarçado sob um quê de sonsice que me enerva de morte. Não sei sequer explicar porque raio pessoas tão invisíveis conseguem encher-me de uma raiva que viraria mesas à minha volta. E depois também me irrita quando essas cromas são protegidas, quando lhes passam a mão no pêlo, quando tentam justificá-las e mostrar-me que eu até poderia tolerar melhor... porque se fosse eu a ter determinadas atitudes, com a minha fama de mau feitio, era logo um drama! Era logo uma arrogante, pedante e tudo o que me pudessem chamar. Elas não. Como são mongas, provocam pena no resto da população, excepto em mim. "Coitadinha, é croma, pode ser mal-educadona". Seriously? Ai. Estava a precisar de desabafar.

10 comentários:

Ritititz disse...

Deita tudo cá pra fora....!!! (E by the way...tens toda a razão!).

Karina sem acento disse...

Então já somos duas. Falta educação é algo que me tira do sério, e não desculpo ninguém por tal... Não tenho mesmo paciência nenhuma para aturar pessoas mal educadas!

Algodão Doce disse...

Ela é muito fora.

BJ!

marlene disse...

Hahahahah! Croma - gostei...beijão

LOL aos 40 disse...

Olá lamparinha

hiii isso está «BRAVO» por esses lados!

Bem...estou um pouco a Leste mas...espero que fiques melhor.
E...desabafar também ajuda.
bjs linda
Fica bem

menina lamparina disse...

E deitei, Ritititz! Tão bom! :D

Acho que podemos dar-nos a esse luxo, Karina sem acento. É básico! ;)*

Ela é. Bah. Beijinho*

eheheheheh marlene... :D

Beijinhos*

Vanessa. disse...

E fizeste tu muito bem em desabafar querida! E eu sou como tu, se há coisa que não suporto nem aguento, é mal-educação! Não custa nada as pessoas serem politicamente correctas (se não quiserem ser simpáticas), agora mal educadas? Isso eu não admito!

Tamborim Zim disse...

Perfeita empatia nesta onda Lamparina: estou ctg e n abro. Juntaria à dita cromice a questão de alguns mal-criados abusados terem algum tipo de poder e/ou poderzinho, o q faz c q facilmente se redimensione, p vistas mais covardes e impressionáveis, o mal q fazem. Grande, rotundo e sonoro bah! A independência de espírito n tem preço, n tem, nunca terá:) Brinde a isso.

Paula Sofia Luz disse...

A D. Lucy, que foi uma das pessoas mais importantes na minha vida e uma das primeiras mulheres a dirigir um jornal neste país dizia isto, amiúde: "o pior não é quando as pessoas são fraquinhas. É quando são fraquinhas e se acham o último biscoito do pacote".

kari disse...

AHAHAHAHAHAHAHAHAAHA! Do melhor! És normal! Juroooooo!