quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Vamos lá brincar mais um bocadinho...

A querida LOL aos 40 ofereceu-me um mimo super fofo e sexy, já que tem direito a anjinho da Victoria's Secret e tudo. Divertida como só ela, colocou o Lamparina na lista para o "cheque-in", como lhe chamou, para responder algumas perguntas associadas e redigidas em Português do Brasil deve ser para nos irmos habituando ao Acordo.... Legáu! Obrigada pelo miminho, LOL aos 40! Vamos lá?


Eu sou: Alegre, séria, extrovertida mas tímida, justa e muito frontal, honesta e impaciente, sensível e muito leal.
Gosto musical: Muito eclético. De jazz a bossanova, das mornas ao fado. Se for bom, eu gosto.
Comida: Bitoque!
Desenho: A falta de treino estagnou-me. Já desenhei melhor, mas talvez o jeito não se perca e um dia volte a desenhar mesmo bem.
Amores da minha vida: As minhas pessoas, os meus bichinhos.
Coisas que não gosto: Imensas... não gosto de me enganar, de falhar, de ser aldrabada, subestimada, posta à prova. Não gosto de mentiras, lambe-botas nem de diz-que-disse. Não gosto de pessoas pedantes e abomino falta de educação. Detesto labregos.
Opinião sobre o panorama sócio-político em Portugal: Teria de escrever um post enorme, para remontar às descolonizações, ao 25 de Abril de 1974 e explicar-vos porque acho que não vamos sair da cepa torta enquanto não renovarmos completamente a classe política. Por outro lado, teria de dissertar acerca das razões que me fazem pensar que isso não é mais que utópico, tendo em conta a cada vez mais íntima relação das juventudes partidárias com os políticos de profissão... Pelo meio, falar-vos-ia de como lamento que se tenha perdido por completo a noção de serviço público. E mais não digo, que isto é um blog alegre e da última vez que decidi escrever sobre o assunto, fiz uma úlcera na córnea.
O que mais odeio: Labregos. Falta de princípios, valores e de educação. Egoísmo. Leviandade.
Humor: Muito, por favor!
Frases mais ditas por mim: "Tenho saudades tuas", "Tenho saudades do futuro", "Há um dia em que acordamos de manhã e dizemos 'Basta!'", "Não podes exigir demasiado de ti mesma", "A sério?", "Adoro!", "Quero fugir", "Tenho mais que fazer", "Odeio labregos", "Isso não existe no meu planeta"...

Informações pontuais sobre mim
Nome: Ana.
Signo: Leão.
Você está apaixonada? Sim.
Você já fugiu de casa? Não, nunca fui rebelde.
Você ri de coisas bobas? Claro. Todos os dias.
Já beijou na chuva? No way. Só com guarda-chuva ou bem abrigada. O meu cabelo fica horrível com a humidade.
Você já teve o coração partido? Sim. Esmigalhadinho, para ser mais exacta.
Você já partiu o coração de alguém? Sim. E não achei o máximo.
Você está sentindo saudades de alguém neste momento? Sim... estou sempre com saudades de alguém, de algum momento, mesmo dos que não chegaram.
Você já pensou em se matar? Já pensei que não queria viver. Acho que não teria toda a coragem que me parece ser necessária para dar cabo de mim. Nem tanta cobardia para não enfrentar a vida.
Seu cabelo te odeia? Há dias em que parece mesmo que sim, mas há outros em que nos amamos.
Você tem medo do escuro? Não.
Você tem tatuagem? Sim.

Música
Você gosta de ouvir música muito alta? Quando estou sozinha, no carro ou em casa, sim. E acompanho o cantor, simulo um espectáculo... tudo.
Você lembra dele quando escuta uma determinada música? Sim.
Já foi ao show de sua banda favorita? Tenho várias, ainda não vi todas ao vivo.
Qual a sua música favorita? Neste momento: Ando com Maria Bethânia e Simply Red no repeat no iPod.

Cinema
Ama filmes românticos? Sim.
E comédia ou terror? Comédia. Não gosto de filmes de terror.
Qual o seu seriado favorito? Tenho várias séries que adoro: SATC, Gossip Girl, Modern Family, How I met your mother...
Qual o seu filme favorito? Moulin Rouge, The Bucket List.

Literatura
Gosta de ler? Muito. Desde pequenina. Quase tanto como de escrever, embora a Faculdade ou o trabalho me roubem tempo de leitura. É que ter livros para ler por obrigação fazem com que os que queira ler por gozo fiquem na prateleira à espera...
Qual o livro que marcou sua vida? A Bíblia. Por não ser apenas um livro, mas 66 compilados. Por não permitir uma leitura linear e literal. Por ter respostas exactas quando sinto que preciso de directrizes.
Qual o livro que você odiou? Aqueles que li obrigada para tentar reter qualquer coisa e descarregar o conhecimento no exame, como um tal de História da Unificação Europeia, que um professor meu decidiu escrever para nos "facilitar a vida". Obrigadinha, btw...

Deveria passar este desafio a dez blogues, mas desta vez decidi que passo a quem quiser levá-lo! Democrático, hum?

4 comentários:

Vanessa R. disse...

Oh Lamparina, nada de corações apertados! Tive leucemia há alguns anos, mas tive a sorte de correr tudo bem e hoje em dia estou curada :)
(Eu também adorei o "The bucket list", e é engraçado porque nunca tinha encontrado ninguém que achasse tão bom como eu!)

Beijinhos

Miss Pink * Sofia disse...

Wow! Grande mulher! Adoro estes questionários..conhece-se melhor quem está do outro lado. Estou em dívida ctg na resposta, mas assim que tiver oportunidade envio-te...Quero escrever com as palavras certas para aquecer ainda mais esse coração! =)
Curioso, eu quando oiço música alta dentro do carro também faço logo a coreografia as expressões, tudo, como referiste eheheheh
Beijinhos linda*

menina lamparina disse...

Vanessa R., essas coisas surpreendem-me sempre, mesmo sabendo que se trata quase de uma epidemia. É o género de coisas que não queremos que aconteça a ninguém. :/
The Bucket List é dos filmes mais leves, densos, pesados, lindos, incómodos, intensos, divertidos e comoventes que já vi. Dois actores maravilhosos e uma boa história. Dá que pensar sem grande esforço. Adoro! :D
Beijinho*

Também adoro, minha lovely Miss Pink* Aprendemos sempre coisas novas sobre quem lemos, de uma forma directa.
Respondemos quando temos tempo e cabeça, querida. Nada de cobranças! :)*
E acho que devíamos apostar numa girls band, já que partilhamos essa mania parva! lol :D
Beijinho*

A Gaja disse...

Tb me chamo ana e sou do signo leao, est´´a explicada a empatia (e a verborreia:)).