quarta-feira, 23 de novembro de 2011

dos Lençóis de Malha Polar.

Marilyn Monroe
Eu adoro entrar na cama e não sentir que o pezinho toca num glaciar. O toque macio que me faz sentir num ninho faz-me sorrir. Fico com vontade de ir já para a cama só de me lembrar de como é bom enroscar-me nos lençóis fofinhos e no edredão de penas. Mas tenho mixed feelings em relação a todas estas coisas boas. Porque a verdade é que os lençóis de malha polar tornam o momento em que tenho de sair da cama numa verdadeira tortura. E o meu sono fica pesadíssimo com todo este conforto. Custa-me imenso acordar. Acho que os odeio.

4 comentários:

Maria disse...

lol eu quando falo desses lencois parece que estou apaixonada! friurenta como sou, esses lencois são um verdadeiro milagre mas aqui confesso... ás vezes até aquecem demais! lol bjo*

Filipa disse...

Eu não consigo odiar...aquele momento de nos deitarmos e já ter a cama quente a parecer uma nuvem e um edredon de penas por cima, bate tudo!
Voto a favor, mesmo com a dificuldade em levantar ;)

Beijinho,

Filipa
www.welc-home.blogspot.com

M.I. disse...

eu sou fã so velhinho saco de água quente
*

menina lamparina disse...

Ai Maria eu gosto tanto que nem quero saber do calor a mais! Uso-os na minha caminha até Maio na boa... Só vou diminuindo as camadas que tenho por cima: edredão, cobertor, mantinha, outra mantinha... :D

Filipa eu sou viciada neles! Mesmo! Mas acho que não devia, porque tenho tido muitas, muitas dificuldades ao levantar-me. :D

M.I., so sweet! Adoro, mas morro de medo de os rebentar - trauma de infância. :D

Beijinhos*