sexta-feira, 11 de março de 2011

Ciúme? Eu?

Candice Swanepoel
Pois que a miúda teve o azar de se meter com a mulher errada. Foi simples: agarrou na mão dele e pô-la no seio dela.
Foi simples: vi-a de costas, pus-lhe a mão em cima do ombro e virei-a para mim, bruscamente. Sem me lembrar da minha figura, pouco credível, devido a uma peruca loira cheia de caracóis e às orelhas de coelhinha brancas e cor-de-rosa com lantejoulas, mantive o nível que me foi possível e consegui chamar-lhe apenas croma e deficiente. Ordenei-lhe que fosse pedir a outro cavalheiro que lhe segurasse os caídos peitos e voltei para junto do meu amado. Pois que a linguagem não foi exactamente esta, mas enfim... o que interessa é que a jovenzinha ficou a perceber que não brinca com a Menina Lamparina. Coitada, ainda tentou esclarecer aquilo a que chamou "mal entendido", tocando insistentemente com o indicador no meu ombro. No entanto, como eu não tenho desses mal entendidos e nunca ponho a mão de ex-namorados nas minhas maminhas, resolvi ignorar e pedir a quem me rodeava que a enxotasse dali, que não há tempo a perder com gente desta. Achei que iam gostar de saber, pronto.

2 comentários:

Diana disse...

ahahahah lindo. Assim é que é Lamparina

menina lamparina disse...

Mai nada! xD