terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Mas atenção, eu sou muita romântica.

Ava Gardner and Frank Sinatra
Ah, ainda não vos contei... mas acho que uma boa história não tem ocasião certa para ser partilhada, por isso vou contar tudo ou quase, que isto é um blog de boas famílias sobre a minha noite de S. Valentim.
Como sabem, não sou fã dessas piroseiras do Dia dos Namorados, detesto datas deste género, não tenho pachorra para corações em todas as montras nem para o romantismo forçado. Felizmente, o namorado percebe-me e também foge das datas tidas como especiais #greatmindsthinkalike. Não se enganem: adoro o facto de o meu pai nos oferecer sempre uma coisinha fofa, adoro receber flores, adoro tudo. Só embirro com a data, pronto. Foi por isso e também porque não quero entrar na onda consumista que decidimos fazer todos os nossos presentes de S. Valentim. Bom, este ano baldámo-nos em grande estilo e esquecemos o artesanato, mas como já não jantávamos juntos há tempo demais, decidimos arriscar um restaurante da zona que tem uma posta barrosã de comer e chorar por mais e um bife com queijo do Rabaçal que ele estava ansioso por experimentar. Fomos. Fomos normais, estão a ver? Nem nos lembrámos do que poderíamos encontrar: um jantar romântico comunitário como nunca tinha visto em toda a minha vida (talvez pelo simples facto de ter sentido sempre uma certa repulsa quanto aos programas associados ao Dia dos Namorados). Burra como sou, não podia imaginar que os restaurantes aproveitam isto para fazer menus especiais e tretas, velinhas e o caraças. Mal chegámos, estranhámos a quantidade de carros estacionados... mas decidimos tentar a nossa sorte mesmo assim, cheios de boa fé. Vai disto e mal entrei, dei de caras com aquilo apinhado de casais! Apinhado, minha gente! Depois do choque inicial (completamente despropositado), decidi não entrar em stress, respirar fundo e seguir com o plano inicial: estar com ele. Assim que tomei esta decisão, espetaram-me com espumante. Oi? Ah, um menu? Então e o bife??? Há bife ou tenho de comer o que vocês querem??? Ah, okay. O bife faz parte do menu especial. Fixe.
Passado algum tempo, um dos mil quatrocentos e setenta e oito casais acabou de papar e deixou uma mesinha no canto livre para nós. Lá fomos sentar-nos, distribuindo acenos e dizendo um olá aqui e outro ali. Senti-me mesmo numa cantina. Não há nada menos romântico que um jantar destes, mas como pessoas eclécticas que somos, adaptámo-nos ao ambiente esquecendo o que estava à nossa volta. Mexilhões afrodisíacos e bla blá blá, lá vieram os bifes - que a malta já passou a fase do "como só uma saladinha" e quer é dar-lhe com força na carne. Rejeitámos o vinho-pink-das-não-sei-quantas, porque Ice Tea e Coke é que é e ainda engoli uns profiteroles porque se faz parte do menu, é pecado negar. Mais uns cafés, um Porto para o senhor e ala que se faz tarde. Já feitos raposas velhas, decidimos acabar a noite no bar de sempre, que lá não há lugar para mariquices dessas e assim evitámos mais amor colectivo. O resto da noite foi bem menos parolo. Resumindo: gramei com o clima piroso mas enchi o bandulho.
Note to self: da próxima vez que decidir ir jantar fora num 14 de Fevereiro, optar pelo MacDonald's.

Btw, hoje comemoramos o nosso terceiro aniversário de namoro! Parabéns a nós!

5 comentários:

Filipa disse...

Ahahah como te entendo! já há uns anos que temos a regra de ser "proibido" jantar fora no dia dos namorados...e cheira-me que até pedir uma pizza deve ser complicado. o melhor é mesmo homemade. Também não acho piada ao dia... prefiro todo esse romantismo noutras datas, e no "nosso restaurante" vazio a meio da semana:)
Beijinho
Filipa

A Bomboca Mais Gostosa disse...

Parabéns! que bonito dia! ;)

Na Província disse...

Oh pá, jantar fora no dia de S. Valentim é do pior, é a maior piroseira :) :) Amei o relato, fabuloso
Um beijinho

Susana Correia Dos Santos disse...

Lembro-me sempre de ti nesta data, pq faço anos de namoro dia 18 de fevereiro.
Quanto ao dia dos namorados nós este ano tivemos sorte. Provamos um menu delicioso feito para o são valentim, num restaurante com música jazz e mais 4 pessoas além de nós naquela sala. É o que dá um jantar de são valentim na vêspera lol

Ana Catarina disse...

Opah os teus textos são sempre deliciosos :) eu também não ligo muito ao dia, mas confesso que este custou porque estive longe do baby! :(
Parabéns :)