sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Comprar online

 Lourdes Maria and Kelly Osbourne
Todos os dias conheço uma nova loja facebookiana. Minto. Todas as semanas, vá. A oferta é enorme: sapatos, vestidos de cerimónia, camisolas, casacos, tops, saias, calções, relógios, bijoux, carteiras... tudo o que uma fashionista quer, com pormenores diferentes e com os cortes mais trendy, estão a ver? Normalmente, a apresentação dos produtos é feita a partir de fotos. Fotos de botins e sandálias JC inspired e com saltos impossíveis, salpicos de estampas com a bandeira dos USA, umas transparências ali, um animal print acolá, malas a fazer lembrar as Louis Vuitton, enfim, uma quantidade considerável de artigos que podemos encomendar por e-mail - sem filas, caixas nem provadores. Depois é só aguardar até que as compras cheguem a casa.
Recebi um e-mail da Shine Fashion Store e estive a espreitar a página. Tantas coisas! A Mana Lamparina gostou particularmente de uma camisola com aplicação de renda nos ombros, mas nunca adquiri nada para o meu closet desta forma porque sou dessas que adoooora passar tempo na loja, experimentar cada peça, perceber se o corte se adapta à minha estrutura, tocar nos tecidos e ver como caem sobre as minhas muitas formas. É por tudo isto que ainda não me aventurei à séria nas compras online. E vocês? São adeptas de shopping a partir do sofá?


4 comentários:

Vânia disse...

Sou completamente apaixonada por compras online, não só roupa como livros, e material informático. A única coisa que nao compro online sao calcas de resto se puder compro e se nao gostar devolvo. Acho muito pratico

dropsofmagic disse...

Se muitas dessas lojas de Facebook são realmente a secção virtual de uma loja física que se procura expandir ou a forma de divulgação e venda de um pequeno negócio inovador que não tem outro modo de se dar a conhecer ao pública, muitas outras abusam também dos clientes. Isto porque os produtos que vendem vão comprar ao Ebay e depois revendem ao público "facebookiano" por preços excessivamente altos. Tudo sem nunca mencionarem que o "fornecedor" é efetivamente o Ebay. Eu própria seguia algumas dessas "lojas" no Facebook e comecei a aperceber-me desta maneira de funcionamento quando comecei a fazer compras no Ebay. As fotografias são retiradas de lá e, portanto, só pude concluir que era de lá que mandavam vir as coisas.

Repito que nem todas as lojas são assim, mas há que ter cuidado e separar o trigo do joio.

Beijinhos*

S disse...

Sou totalmente adepta :)
Bj S

Eli disse...

Pois eu sou como tu, gosto de ir às lojas e experimentar as coisas. Online só compro acessórios